sexta-feira, 6 de julho de 2007

Construindo um PLANO DE ESTUDO eficiente: o primeiro passo para a conquista da tão sonhada vaga!

Na hora da preparação, é preciso, antes de mais nada, fazer um plano de estudo para que possa organizar os conteúdos a serem estudados em função do tempo que você tem disponível para investir neles. Existem diversas maneiras de montar um plano, eu vou descrever nas linhas abaixo uma delas que eu acabei elaborando tendo como referências alguns conteúdos e fontes que tive contato na Faculdade de Educação da UFRJ quando fui licenciando e monitor de Didática da História. Então, que fique claro, que não estou postando nada original nem muito menos de minha exclusiva autoria. Desse modo, o plano de estudo é algo não terminado e em constante mudança e adaptação feitas por aqueles que resolvem realizar a construção de um. Por isso, afirmo que não é para seguir cegamente as instruções, sendo fundamental e inevitável que você transforme em algo pessoal.

Em primeiro lugar, um calendário. Separe os dias que você tem disonivel até as vésperas da prova. Esse é o tempo que terá. Por exemplo: vou montar um plano de estudo hoje, no dia 6 de julho de 2007 (Sexta-feira) cuja prova se realizará no dia 17 do mesmo mês. Faltam, portanto, 11 (onze) dias para o dia do exame. Tenho aula durante a semana e só posso estudar, de segunda a sexta das 15h às 18h. São 3 horas de segunda a sexta. Já no sábado e domingo tem comprimissos familiares e só posso estudar de 18h às22h. São 4 horas. Assim, tenho disponíveis os seguintes dias e horas disponíveis:
7.julho.07 (sábado) - 4h / 8.julho.07 (domingo) - 4h / 9.julho.07 (segunda) - 3h / 10.julho.07 (terça) - 3h / 11..julho.07 (quarta) - 3h / 12.julho.07 (quinta) - 3h / 13.julho.07 (sexta) - não posso estudar / 14.julho.07 (sábado) - 4h / 15.julho.07 (domingo) - so posso estudar 2h / 16.julho (segunda) - véspera da prova. Revisão Final / 17.julho.07 (terça) - PROVA.
Assim, tenho 8 dias realmente para estudar e 26 horas de estudo, apromiximadamente.

Com esses dados na mão, vou buscar o conteúdo programático da prova no edital. Suponhamos, que seja uma prova de Matemática e o conteúdo seja Matrizes e Determinantes. Escolha um livro didático de ensino médio para conduzir o estudo. No caso, usei como referência o livro "Matemática - série sinopse, de Lemos, Higuchi e Fridman". Esses conteúdo encontram-se no capítulo 6 e são compostos de 16 subitens. Divida o conteúdo em função dos dias que você selecionou. No exemplo que estamos desenvolvendo ficaria assim:

Montagem do plano. Conteúdo em função do tempo.

- 7. julho. 07 (sábado). 4h. Matrizes I: Definição / Representação / Matriz Quadrada / Igualdade de matrizes;

- 8.julho.07 (domingo). 4h. Matrizes II: Adição de matrizes / Diferença de matrizes;

- 9.julho.07 (segunda). 3h. Matrizes III: Produto de um número por uma matriz / Produto de matrizes;

-10.julho.07 (terça). 3h. Determinantes I: Introdução / Cálculo do determinante de uma matriz de 1a. ordem / Cálculo do determinante de uma matriz de 2a. ordem / Cálculo do determinante de uma matriz de 3a. ordem;

11.julho.07 (quarta). 3h. Determinantes II: Cálculo do determinante de qualquer matriz de ordem n maior que 1 / Teorema de Laplace;

12.julho.07 (quinta). 3h. Determinantes III: Propriedades dos determinantes I;

14.julho.07 (sábado). 3h. Determinates IV: Propriedades dos determinantes II / Regra de Chió;

15.julho.07 (domingo). 2h. Determinantes V: Matriz de Vandermonde.

16.julho.07 (segunda). 4h. REVISÃO FINAL de Matrizes e Determinantes.

17.julho.07 (terça). PROVA.

A metodologia de estudo também precisa ser pensada com clareza e estratégia. Não basta perdemos horas e horas "passando o olho" nos livros ou resolvendo exercícios de maneira "mecânica", toda hora bocejando e pensando em assuntos pessoais ou não sem relação nenhuma com os conteúdos. É preciso concentração e métodos eficazes para o estudo eficiente e a aprendizagem significativa. Nesse contexto, sugiro que adquiram folhas de fichário ou um caderno específico para o plano de estudo. Nele ou nas folhas, você irá fichar os principais conceitos, conteúdos e fórmulas com exemplo de aplicações das mesmas em problemas propostos pelo autor do livro utilizado e em provas anteriores do concurso que faremos. Também é importante a resolução de exercícios por conta própria, principalmente as provas anteriores do concursos, com o objetivo que ficar "treinado" para o estilo de cobrança da banca e para os conteúdos mais cobrados. Então a fórmula fichamento + resolução de exercícios pode ser eficaz.

Este é só um modelo. É preciso disciplina de estudo para cumprí-lo e toda vez que for iniciar os estudos pense que aquelas horas serão as sementes que darão bons frutos no fim do ano, com a conquista de uma vaga na universidade que poderá garantir sua estabilidade financeira com satisfação profissional. Só depende de você!
Agora, é so montar seu plano e estudar com vontade e prazer, sabendo que não é perda de tempo e sim invetimento em você, algo que jamais poderão lhe tirar: seu conhecimento e as coisas úteis e significativas que aprendeu e o dará base para o futuro profissional.

Bons Estudos.